Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade

As Mudanças na Sexualidade dos Idosos - Parte 1

Articles / Comportamento
Date: Feb 12, 2007 - 06:39 AM

Por Anne Griza
Psicóloga e Sexóloga

Por muito tempo se acreditou que, homens e mulheres, quando fossem idosos, não manteriam relações sexuais. Muitos acreditam que os velhinhos não sentem desejo nem prazer em fazer sexo. Isso é um grande engano, principalmente atualmente, em que a expectativa de vida da população mundial aumentou consideravelmente, tanto nos países mais desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento.



A partir dos sessenta anos de idade a pessoa é considerada idosa. Milhares de pessoas no mundo inteiro vivem ainda cerca de vinte anos depois de entrarem nesta faixa etária. Passaram uma vida inteira sendo sexualmente ativos, é errôneo pensar que elas, de repente, não pensarão mais em sexo. Talvez há tempos atrás isso fosse realidade, por toda uma cultura de denegrir a imagem do idoso, como alguém que já não produzisse mais, não tivesse vida própria e, muito menos, desejos sexuais.

Isso tem mudado muito atualmente, por toda uma nova política de cuidado aos idosos e de estímulo para uma terceira idade melhor. Estas mudanças estão transformando a terceira idade em mais uma fase do desenvolvimento humano, e não num momento de parada de tudo para esperar a morte. Se as pessoas mais velhas estão de bem consigo mesmas, não é de admirar que elas sentirão desejos e necessidades sexuais.

Uma das diferenças entre idosos e as pessoas que ainda não entraram nesta faixa etária seja o fato da resposta aos estímulos sexuais ser mais demorada nos primeiros. O corpo pode não responder tão rapidamente a um carinho do companheiro(a) como há tempos atrás. A ereção do homem pode levar alguns minutos para aparecer, e a lubrificação da vagina feminina pode estar prejudicada. Isso é normal, porque o corpo como um todo está funcionando de forma mais lenta, não sendo uma questão de impotência ou falta de tesão pelo outro.

Muitos idosos, diante disso, ou abandonam as tentativas de manterem relações sexuais, ou ainda procuram médicos em busca de soluções para esta situação. Porém, se eles aprenderem a conhecer seu corpo e aceitarem que isto é parte da vida, entenderão a normalidade do processo e, ainda, saberão que o parceiro também não responde tão rapidamente, se for outro idoso.

O pênis e a vagina sofrem pequenas alterações. No homem, o pênis perde um pouco a sensibilidade, isso é fisiológico, por mudanças na condução de estímulos nervosos nas paredes penianas. Na mulher, a musculatura da vagina perde um pouco sua rigidez, perdendo, assim, a sensibilidade ao toque. Em nenhum dos casos há perda total da sensibilidade dos órgãos, apenas uma pequena diminuição desta.

A mulher, com a menopausa, não produz mais óvulos, estando já infértil na terceira idade. Isso é considerado por muitas mulheres positivo, pois elas não precisam mais se preocupar com uma possível gravidez e relaxam mais facilmente, apesar de ser este o motivo da diminuição na lubrificação da vagina. Os homens, por sua vez, continuam produzindo esperma, porém, em quantidades menores do que quando eram mais jovens, diminuindo a quantidade de líquido a ser ejaculada.




This article comes from Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade
http://saudesexual.com/

The URL for this story is:
http://saudesexual.com/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=114