Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade

Terapia Sexual

Articles / Comportamento
Date: May 15, 2007 - 01:28 PM

Por Adriana Sommer da Costa
Psicóloga e Sexóloga

E quando o problema é de ordem sexual? Como se faz, a quem recorrer? Essas e outras indagações sobre esse tipo de conflito norteiam e muito a mente de quem pode estar vivenciando alguma dificuldade nessa área tão intima, e que geralmente não se gosta de expor.



É sempre assim mesmo, quanto mais se fala de sexo, sexualidade, muitas duvidas, ainda persistem, mas a terapia sexual está aí para ajudar, embora o caminho até o consultório especializado em saúde sexual, ainda é difícil para ser percorrido.

Pode acontecer de muitas pessoas tentarem resolver sozinhas, seus problemas de ordem sexual, o que pode ser considerado até muito bom, pois isso nos diz que estão identificando o problema e tentando resolvê-lo, porém às vezes precisamos de alguém  especializado, para que a ajuda seja mais eficaz. Mas quando a pessoa quer se ajudar, isso já é meio caminho andado.

O problema nisso tudo, é quando a pessoa está lá, tentando resolver sozinha, seu problema, e não consegue, aí a vida sexual vai ficando de lado, dificultada, e isso não pode acontecer, pois só vai acarretar maiores dúvidas e receios, além do problema continuar sem solução, e se o tempo for passando e o problema não passar, o melhor é ir procurar ajuda especializada.

Para resolver os problemas sexuais, existem os psicoterapeutas sexuais, que também são chamados de sexólogos. Esses profissionais são psicólogos ou médicos que se especializam no tratamento de problemas sexuais.

Muitas pessoas têm grandes dificuldades de procurar um especialista, com medo de encarar as questões de seu sexo, da sua sexualidade, as vezes não é nem o dinheiro que se torna um obstáculo, o problema é admitir que existe um problema que já está difícil de resolver. O segundo passo, é concordar em ser ajudada, e aceitar o tratamento,pois cerca de 30% acabam desistindo mesmo antes de começar.

A sexualidade é um assunto muito  importante, e  delicado, merece ser tratada com todo o respeito, por profissionais qualificados e éticos.

Infelizmente ainda existe uma visão distorcida da terapia sexual, as pessoas acham que o que acontece dentro de um consultório é pura sacanagem. Na verdade as pessoas não têm a mínima idéia do que acontece dentro de um consultório. Na terapia sexual não se pratica, nunca, qualquer atividade sexual no consultório ou com o psicoterapeuta sexual. O paciente somente terá atividades sexuais com a pessoa com quem deseja fazer sexo!

A terapia sexual é uma abordagem técnica para trabalhar com as inadequações do casal, suas disfunções sexuais, etc. Mas nesse processo, o paciente ou casal vai ter a oportunidade de encontrar outros sintomas que se relacionam, mas cujo desencadeamento pode não estar diretamente ligado ao sexo.

É muito comum, por exemplo, que num relacionamento afetivo as pessoas estejam “dialogando” sozinha, sem conseguir levar seu problema para o parceiro, e a terapia tem o objetivo de abrir um canal possível de comunicação entre o casal. As vezes a queixa sexual está bem visível, e também aquilo que em geral as pessoas estão valorizando mais, porque mexe diretamente com a auto-estima, e envolve uma parte importante do relacionamento a dois. E mesmo que o problema sexual não envolva uma parceria, o tratamento não precisa necessariamente, incluir o casal.

Pode-se procurar um terapeuta sexual para ajudar a solucionar várias questões envolvendo problemas sexuais, como uma disfunção erétil (impotência), uma ejaculação sem controle ou uma anorgasmia (falta de orgasmo). Quem sabe, para ajudar a resolver problemas de incompatibilidade sexual do casal, e mesmo a falta de vontade para o sexo.

No consultório do psicoterapeuta sexual, o paciente (ou casal) apenas conversa e planeja, com a orientação do psicoterapeuta, o que irá fazer durante os dias entre uma sessão e outra. Algumas instruções são passadas ao paciente, e este deverá cumprir, sempre que possível. Se não foi possível fazê-las, cabe falar ao terapeuta, para que este descubra por quê não está sendo possível, e então arranjem outras alternativa.

Para que o tratamento tenha êxito,é preciso ter paciência e confiar no psicoterapeuta sexual, e não desistir só porque as coisas não estão funcionando tão  rápido como gostariam. È um processo lento (dependendo de cada caso também).

Caso não haja confiança no terapeuta, é preciso  comunicar isso ao terapeuta,pois ele saberá o que fazer nestas horas. Se achar que é melhor para o paciente encaminhá-lo para outro psicoterapeuta que possa ajudá-lo mais, ele o fará.

Não esconda seu problema de ordem sexual, principalmente se isso estiver te prejudicando na sua vivência com seu parceiro(a), procure ajuda e você verá com tudo pode funcionar de maneira mais suave, sem tantas encucações.

Sexualidad en Español:
Sexualidad - Masturbación - Posiciones Sexuales - Kamasutra - Sexo Anal




This article comes from Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade
http://saudesexual.com/

The URL for this story is:
http://saudesexual.com/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=117