Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade

A Pornografia e o Estímulo Sexual

Articles / Comportamento
Date: Nov 08, 2005 - 06:25 AM

Por Anne Griza
Psicóloga

É sabido que a pornografia trabalha com a fantasia das pessoas, estimulando seu imaginário através de figuras, filmes, livros e até mesmo objetos. Por que acontece isso? Por que as pessoas se excitam com estes estímulos? Sabe-se que o ser humano gosta de ver outras pessoas no ato sexual, corpos nus, ou de ter acesso a histórias deste tipo, e é exatamente neste ponto que a pornografia toca.



No momento em que a pessoa está assistindo a um filme pornô, por exemplo, aquilo que ela vê liga-se a uma fantasia preexistente. Havendo esta conexão, o imaginário vai fazer com que ela sinta a possibilidade de realização de sua fantasia, mesmo que a pessoa não a realize fisicamente. Cada um pode ter fantasias diferentes, que vão desde a posição sexual, passando por situações em que ocorre a relação ou até de fazerem sexo com dois ou mais parceiros. Esse processo não é consciente. Tudo acontece no inconsciente e pode não funcionar sempre.

Quando entra em contato com o material pornográfico, a pessoa se identifica com a personagem, seja de um filme ou de uma história e existe a passagem, na fantasia, para aquela situação. É como se o expectador virasse um dos personagens e passasse a fazer parte daquilo que está assistindo. No caso de fotografias, quem as está vendo pode fantasiar a presença das pessoas da foto e assim se excitar.

A pornografia pode ser uma espécie de gás que move as pessoas para o ato sexual. Através do estímulo que estão recebendo, sentem-se excitados e tendem a realizar a excitação, através do sexo ou da masturbação. Poucas pessoas ficam incólumes à excitação pornográfica, ela tem o poder real de incitar ao sexo.

Tanto homens quanto mulheres podem fazer uso da pornografia para ficarem excitados, ela tem o mesmo valor para ambos os sexos. Os homens ainda se sentem mais à vontade com este tipo de material, mais por uma questão cultural e de educação do que qualquer outra, porém, muitas mulheres já conseguem ter um contato maior com a pornografia sem maiores constrangimentos.

Diferente do que muitos pensam, a maioria do material pornográfico não tem nenhum valor para o aprendizado de técnicas de sedução, posições ou outro tipo relacionado à sexualidade. Seu valor está em, ao mostrar a relação sexual de outras pessoas, ou os corpos nus, permitir que cada um mergulhe em suas fantasias individuais.

O material pornográfico ainda é muito mais usado para masturbação do que para a relação sexual propriamente dita. Muitos casais ainda não a utilizam de forma alguma, e outros a utilizam mais freqüentemente no início do relacionamento, até como uma forma de saber o tipo de carinho ou o tipo de relação sexual que seu parceiro mais gosta. Com o tempo, vão abandonando este tipo de estímulo.

Existem muitas pessoas que não gostam de material pornográfico ou não o aceitam. Sua educação e personalidade não são compatíveis com a pornografia e ela, então, funciona de modo contrário, não causando excitação. Uma parcela da sociedade a considera como algo degradante, feito para pessoas de baixo nível intelectual, social ou os chamados “tarados”.

O sexo, a fantasia, a possibilidade de realização são explorados na pornografia. É possível que seja um material saudável e cabe a cada um saber se gosta deste tipo de estímulo ou não. Não se pode esquecer que na hora do sexo muita coisa vale e a pornografia é só mais um dentre inúmeros outros estímulos existentes para que os parceiros se excitem.




This article comes from Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade
http://saudesexual.com/

The URL for this story is:
http://saudesexual.com/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=71