Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade

Sexo "Sem Vergonha" Do Próprio Corpo

Articles / Relacionamento
Date: May 26, 2006 - 11:19 AM

Por Adriana Sommer da Costa
Psicóloga e Sexóloga

Geralmente as mulheres preferem fazer sexo com a luz apagada, mas não porque isso remeta a uma idéia de romantismo, e sim, muitas vezes, por vergonha do próprio corpo, até mesmo no ato de se depirem na frente de seu parceiros. Ao contrário delas, os homens já preferem tudo feito as claras, até porque a visão para estes, são elementos altamente estimulantes. Eles gostam e querem visualizar o corpo de suas parceiras, de enxergar a genitália delas ,e apreciam muito quando conseguem ver o ato da penetração, como um componente a mais para sua estimulação erótica.



A mulher não precisa se utilizar do sentido da visão para se excitar, pelo menos não no que diz respeito ao corpo do homem, pois um cenário romântico vai com certeza despertar sensações prazerosas, mas o que a mulher quer mesmo é ser tocada, acariciada, ela precisa sentir, ou seja, o tato, é para a mulher bem mais importante do que a visão. Seu corpo vai reagir de diversas maneiras quanto ao toque do seu parceiro. Ela pode fechar os olhos e deixar rolar tudo de uma maneira surpreendente, basta sentir o toque das mãos ,do corpo todo de quem esta ao seu lado, e se deixar envolver por todo o tesão e desejo que o seu parceiro tem a oferecer, tudo isso para se sentir estimulada. Não me refiro aqui a regras, mas em geral, o funcionamento erótico entre homens e mulheres  tem esse tipo de funcionamento, ou seja: homens-sentido mais visual, mulheres-sentido mais tátil e a audição também, que pode ser considerada bem estimulante, a mulher gosta de ouvir o prazer de seu parceiro.

Mas voltando ao topo desse assunto, que fala da aceitação do corpo, da vergonha que algumas mulheres tem em fazer sexo as claras com seus parceiros, saibam que para alguns homens, isso também não é uma tarefa fácil. Vejamos um pouco dessa questão que, com certeza atrapalha muitas vezes um relacionamento afetivo-sexual.

Sabemos que fatores como a educação recebida, e as formas de encarar o sexo que o meio familiar acaba transmitindo as filhos, influencia e muito quando o assunto é intimidade, e isso ocorre principalmete com as mulheres, que acabam devido a um estilo de educaçõa mais rigida, onde o sexo é visto como sujo, e pecaminoso,reprimindo e criando barreiras na hora do sexo. E o sexo deve ser vivido com naturalidade, prazer e intensidade. E não pensem que esse tipo de acontecimento, como a vergonha de se despir, de ser vista nua pelo seu parceiro, acontece com casais que récem se conhecem, não, com casais que já estão há tempos juntos, isso também pode ser frequente.

Já tem um bom tempo, que a mídia vem ditando os padrões de beleza, através de programas, novelas, revistas de moda, enfim, são inúmeras as fontes para isso, e que acabam de uma certa maneira influenciando diretamente na imagem que a mulher tem de seu corpo. Detalhes ,como tamanho do seios, da cintura, do peso, ja se tornam suficientes para que elas não se sintam a vonatade na cama. E com os homens, esses detalhes também geram certos constrangimentos, principalmente quanto ao tamanho do pênis.

Mas para as mulheres, existe um probleminha a mais que as  incomodam bastante na hora da intimidade, que diz respeito à imagem que tem de seu órgão genital, isto é a percepção que tem de sua vulva, tamanho dos lábios( uns grandes demais, outros pequenos demais...), até mesmo a cor destes são fontes de inibição e limitaçõa na hora de se mostrarem para seus parceiros.

O mais importante de tudo, é tentar sempre vencer as barreiras que estão sendo postas na relação, e diálogar  sobre os receios ,as vergonhas, pois o que pode acontecer com tanta falta de sintonia proveniente das vergonhas do próprio corpo e da aceitação de si mesma(o), são os relacionamntos extra conjugais.

Ninguém é perfeito, saber se aceitar, e não ter tanta preocupação com que o outro  possa estar pensando sobre vc, são dicas que que se bem percorridas podem ajudar e muito, auxiliando na busca de uma convivência íntima e satisfatória para os casais, além de um sexo "sem vergonha" do próprio corpo.




This article comes from Saúde Sexual - Informações sobre sexo e sexualidade
http://saudesexual.com/

The URL for this story is:
http://saudesexual.com/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=89